anex 2
Chapter 6
anex 1
Partilhar no Twitter

Um dos aspectos mais enriquecedores do XVIII Capítulo Geral foi a participação de companheiros leigos representando as quatro Zonas.

Dois homens e duas mulheres foram convidados a apresentar sobre como a colaboração com os SVDs é desenvolvida no seus respectivos contextos culturais, ao mesmo tempo em que participam da agenda do capítulo, tanto quanto possível.

Apesar de não serem elegíveis para votar, a sua presença durante as quatro semanas do Capítulo acrescentou mais valor às discussões e à dinâmica geral deste evento. Os Leigos missionários são uma bênção para nós. A presença das duas Irmãs SSpS, Juana e Philomena, também foi muito apreciada em todo o Capítulo.

Discernimento: o elemento chave em nossa vida religiosa e missionária

O Conselho Geral cessante e os dois moderadores do XVIII Capítulo Geral, Pe. Tim Norton, SVD e Ir. Miriam Altenhofen, SSpS, propôs intencionalmente que as deliberações que seriam realizadas durante o Capítulo Geral fizessem parte de um processo de discernimento permanente, que começou mesmo durante o período de preparação para o mesmo.

O Discernimento ocorreu nos grupos básicos, nos encontros zonais e subzonais, nas sessões plenárias e, certamente, no nível individual. O processo que consistia em dias de oração, reflexão, compartilhamento e retiro, pessoal e em grupo, foi planejado para auxiliar na importante tarefa de eleger a equipe de liderança para os próximos seis anos.

Graças ao discernimento individual e em grupo, os membros poderiam ter a confiança de que os escolhidos para liderar a Congregação não apenas representariam a Congregação bem em termos de habilidades administrativas, mas também em habilidades para modelar um estilo de vida e trabalhar juntos. como uma equipe de liderança intercultural.

Esses são os líderes que, como disse um provincial em sua homilia, estão dispostos a ter suas vidas "interrompidas", para que possam servir toda a Congregação. Eles também são líderes que não vão colocar vinho novo em recipientes velhos de couro, mas sim encontrar maneiras de tornar esses couros antigos mais flexíveis, de modo que eles sejam úteis para conter o vinho novo, como sugerido pelo Sr. Patricia Murray, IBVM, em sua palestra de aposentadoria.

O discernimento não foi utilizado apenas na eleição da equipe de liderança, mas também foi fundamental na discussão sobre as áreas em que a Congregação deveria se concentrar no futuro. Tanto em pequenos como em grandes grupos, os membros tiveram a oportunidade de refletir sobre as alegrias e desafios experimentados nos últimos seis anos, bem como sobre áreas prioritárias para os próximos anos.

Questões como treinamento para missão, família e juventude, migrantes e refugiados e cuidar do meio ambiente, ocuparam um lugar central na reflexão dos membros sobre as preocupações mais urgentes do atual mundo globalizado.

Um dos frutos do processo de discernimento foi a afirmação feita pelos capitulares de que a Congregação está pronta para a renovação e a transformação espiritual, o que se reflete na Declaração do Capítulo.

O documento reconhece que, na preparação do Capítulo Geral de 2018, nossa Congregação tomou consciência de que precisamos nos comprometer com um processo de renovação pessoal, vida comunitária e missão. Além disso, os relatos de nossas províncias, regiões e missões mostraram um profundo desejo de renovação e transformação espiritual que pode nos levar de volta à Palavra de Deus como fonte de nossa vida, vocação e missão.

Por Pe. Heinz Kulüke e a equipe de liderança

Publicado no boletim "Arnoldus Nota" - Agosto 2018

Outras Notas

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24

Arnoldus Nota Serviço de Notícias - Novembro de 2019

Um novo serviço de Notícias do Generalato SVD de Roma para nos manter atualizados com a atividade missionária da congregação dos Missionários do Verbo Divino(em Castelhano).
Partilhar no Twitter

Sínodo para a Amazônia - presença da SVD

Entrevista com Miguel Heinz e José Boeing, ambos SVD, sobre os trabalhos e debates do Sínodo para a Amazônia (em Castelhano e Português).
Partilhar no Twitter